sobre

Essas fotos são de um dia muito inesquecível, e a estória é muito legal e eu adoro contar, foi assim:
O Milton ouviu no rádio que eu iria fazer uma apresentação no Rio de Janeiro, ele estava por lá e resolveu aparecer, chegou antes mesmo de abrirem as portas para o público, e me lembro que quando ele apareceu, ainda fazíamos o ensaio de som.

O Milton Nascimento assistiu o concerto da primeira mesa, era difícil acreditar que era ele mesmo que estava lá para me ouvir e ver cantar.
Passados uns dias, recebi um convite para atuar com meu concerto num evento que comemoraria os 450 anos da Cidade, era o Aniversário de São Paulo, e eu seria a primeira parte para o concerto do Milton.

Mais tarde eu soube que tinha sido uma escolha do próprio Milton, além de fazer com a minha banda o meu concerto, ainda cantei para milhares de pessoas em dueto com esse artista incrível, uma experiência realmente inesquecível.

Só sei que foi assim.

Essas daqui de baixo são umas fotos da turnê de lançamento do Bem Me Quer Mal Me Quer, e eu morro de rir quando eu vejo. Para esse cenário resolvi cobrir o chão inteiro com grama sintética, e essa porcaria era linda, mas pesava tanto que era preciso um monte de gente pra carregar o trambolho, conclusão: tivemos que fazer a tour de autocarro, éramos 7 se não me engano, e era preciso um autocarro só por causa da grama, claro que ela ficou para trás e fomos sem ela em vários concertos

Essas aqui foram tiradas no dia da gravação do programa Valendo, a Berenice (minha cadelinha) aparece nelas, essa bichinha foi uma grande companheira, morreu velhinha e deixou lindas lembranças. Como eu amei a Berenice.

Essas são umas fotos de um concerto das Spicy Noodles no Salão Brasil em Coimbra.
Eu vivi em Coimbra alguns anos, e essa sala foi onde eu pude ver os concertos mais legais durante o tempo que passei por lá.

telediscos feitos por mim

Cantando com a maravilhosa e querida Fernanda Takai na praça e de dia, no Festival de Cinema de Tiradentes, tenho tantos momentos bons com a Fernanda que é difícil escolher o mais emocionante.


É uma sensação tão boa quando eu canto com a Fernanda, é que sempre fui muito fã do Pato Fu, desde o primeiro disco, e depois veio a vida e me trouxe a possibilidade de trabalhar com ela e com o John,  não sei, mas acho dá um gostinho de vitória na boca.

Éssa foi num Festival chamado Jambolada,

eu adoro festivais e feiras, é bem massa poder ver outros shows de artistas e conviver nessa experiência com eles!

Essas fotos foram na praça na minha cidade, a praça se chama Praça da Liberdade, era lá que eu ia fazer caminhadas com os meus avós, era também a praça  que ficava em frente ao trabalho da minha mãe, eu já vivia em Portugal quando esse concerto aconteceu dentro do Festival Natura Musical.

Foi bastante emocionante pra mim.

outros trabalhos

Na verdade, não tenho muitos registros, por isso catei essas fotos na internete. Perdi minhas memórias num assalto em minha casa quando ainda vivia em Coimbra.

Por um lado, ainda bem que algumas coisas permanecem nesse estranho mundo virtual que podemos acessar de diversos dispositivos e encontrar memórias já esquecidas.

Vasculhando a minha própria existência nesse "espaço", relembrei alguns momentos especiais, e vieram boas lembranças dessas andanças que a música me proporcionou.

Para esta parte do site, acabei escolhendo fotos das lembranças mais sentimentais que encontrei, e por este motivo, acabei escrevendo um bocadinho sobre elas.

Essas são fotos de alguns dos concertos que fiz pelo Brasil divulgando o Superultramegafluuu, passei por muitos lugares e me diverti muito com essa banda compacta e maravilhosa que eu adoro trabalhar, Daniel Saavedra e Richard Neves, olha aqui na foto ao lado as nossas caras de crianças contentes?


Para estes concertos, usávamos 2 cenários, um grande para os espaços grandes e um outro menor para os espaços menores. Ah! E esses cenários de 6 metros foram feitos à mão, adivinha quem pintou?

vídeos de apresentações

E por último, uma foto que me tiraram, uma vez que cantei com o Curumin no Sesc Pompéia, eu adoro o Curumim, mas coloquei a foto porque achei que eu tava bonita nela, apesar da  resolução.

Essa é uma fotografia que eu nem sequer conhecia, foi tirada no museu de Arte da Pampulha, no meu primeiro concerto de lançamento do álbum No Cimento.

Essas fotos eu escolhi por um monte de motivos sentimentais.

É que esse vestido que eu estou usando foi feito pela minha amiga de infância Lelé, eu sinto saudades dela e das costuras malucas que ela faz, para completar, essas fotos foram feitas pela Simone que além de ser super amiga, ainda faz aniversário no mesmo dia que eu.


Ainda tem outro tesourinho, é que nessa foto que eu arrumo o ear- phone eu uso um relógio do burro do Shrek, eu adorava esse relógio mas já não sei se eu ainda tenho.

Esse concerto eu me lembro muito bem, foi na sala Juvenal Dias, no teatro que meu pai trabalhou a vida toda, e que eu tanto frequantei desde a infância.

álbum de recordações

contato